Como manter o foco estudando em casa

E aí, meu povo, vamos para mais uma matéria recheada de dicas? Já falamos sobre autocuidado e também de como entender e lidar com as emoções no cotidiano e antes das provas, partiremos para as dicas bônus de como estudar em tempos de pandemia, isolamento e EaD. Chega mais para conferir!

Entre várias dicas que Flávia Ludovico de Matos e Thamiris Daniel dos Santos, psicólogas da UNIFEI, nos deixaram sobre cuidados com a saúde mental, o estudo em casa diante de uma pandemia também entrou em pauta, e por isso aqui estão as dicas que elas nos enviaram:

  • Não estamos em férias. A rotina favorece a organização e sensação de controle da situação, que é uma aliada importante nesse cenário imprevisível que estamos vivendo. Não sabemos quanto tempo essa fase irá durar, assim, manter uma rotina organizada irá ajudá-los a não se desvincular totalmente da vida acadêmica, facilitando o retorno às atividades, quando essa fase passar.

  • Organize seu dia e mantenha um local organizado para os estudos: comece o dia listando as tarefas que você precisa cumprir por ordem de prioridades e, conforme for executando-as, marque como feitas. Isso ajuda a evitar a procrastinação. Faça o possível para separar os espaços de convivência familiar/república dos dedicados às suas atividades acadêmicas.

  • Após realizar uma atividade, escreva com as suas palavras o que acabou de ler ou assistir, isso facilitará a aprendizagem do conteúdo.

  • Faça pausas: os intervalos auxiliam no rendimento, pois ajudam a aliviar o estresse, principalmente se você conseguir inserir nesse tempo alguma atividade que lhe traga bem-estar.

  • Comunique-se com seus colegas de turma: nesse momento vocês poderão compartilhar experiências e dúvidas sobre o período que estão vivenciando. O diálogo entre pessoas que estão passando por dificuldades semelhantes propicia que estratégias coletivas de superação sejam visualizadas mais facilmente.

  • Evite distrações e estabeleça limites: sim, sabemos o quanto isso pode ser difícil. Mas é necessário! Se esforce para diminuir o acesso a redes sociais, os chamados “ladrões do tempo”. O ideal é reservar um tempo do seu dia para acessar as redes sociais, quando não estiver estudando.

  • Não se isole emocionalmente das pessoas que são importantes para você e quando acabarem as atividades acadêmicas do dia, relaxe! Assista um filme, série, escute música e converse com seus amigos e familiares.

Sabemos que a realidade de cada um é diferente, e que nem sempre o meio permite que você coloque em prática alguma das sugestões acima, entretanto não se esqueça: existem formas de adaptar tudo para nossa realidade, e para encontra-las é preciso da técnica da tentativa e erro, não deixe de tentar!


Flávia Ludovico de Matos

Psicóloga na Unifei

Formação em Psicologia pela Universidade Federal de São João Del Rei, com especialização em Gestão de Pessoas e em Psicologia Cognitivo Comportamental.


Thamiris Daniel dos Santos

Psicóloga na Unifei

Graduada em Psicologia pela Universidade Federal de São João Del Rei, mestre em Educação pela mesma Universidade e doutoranda em Educação pela Universidade Estadual de Campinas.

27 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo